Voltar

NOSSA PAUTA, SEU PRÊMIO - Logística do Enem envolve o trabalho de mais de 500 mil pessoas

NOSSA PAUTA, SEU PRÊMIO - Logística do Enem envolve o trabalho de mais de 500 mil pessoas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) teve a primeira aplicação em 1998 com 157.221 inscritos. Em 2018, quando completa 20 anos, nada menos que 5,5 milhões de pessoas estão com inscrições confirmadas para as provas que ocorrem nos dias 4 e 11 de novembro. Quem se prepara o ano todo para o Exame muitas vezes não imagina como é a logística para fazer com que as provas cheguem até as salas de aplicação da prova.

Em 2017, para distribuir as provas, foram 11 mil quilômetros percorridos pelo Brasil; sete mil veículos envolvidos, além de aviões e barcos, em 10.486 rotas com escolta policial. Nos locais de aplicação de prova, foram usados 67 mil detectores de metais, média de um equipamento para cada 100 participantes. Em 2017, pela primeira vez, foram usados aparelhos de rastreamento de ondas eletromagnéticas para detecção de pontos eletrônicos. Essa medida foi usada em locais previamente definidos pelo Serviço de Inteligência da Polícia Federal nos 27 estados e no Distrito Federal. O quantitativo será cinco vezes maior em 2018.

E você pensa que acabou por aí? Também há escolta policial durante toda a operação reversa dos Cartões-Resposta e Folhas de Redação após a aplicação, para que se inicie a correção. Assim como para os Cadernos de Questões personalizados dos participantes que faltaram ao Exame. A logística do Enem é grandiosa. Envolve sigilo, segurança de dados e meio milhão de colaboradores.

Isso é pauta para você, jornalista?

Prêmio Inep de Jornalismo – Parceria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com a Organização de Estados Ibero-Americanos para Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), o Prêmio Inep de Jornalismo visa prestigiar os trabalhos jornalísticos que melhor contribuam para o entendimento da importância dos exames, avaliações e estatísticas realizadas pelo Inep para o monitoramento e desenvolvimento das políticas públicas de educação no Brasil. Em 2018, serão distribuídos R$ 136 mil em prêmios, em duas categorias: Exames, Avaliações e Estatísticas da Educação Básica e Exames, Avaliações e Estatísticas da Educação Superior. Em cada categoria, serão premiadas as melhores reportagens veiculadas nas mídias impressa, TV, rádio e internet; além de um Grande Prêmio para os melhores trabalhos, independentemente da plataforma de veiculação. As inscrições serão entre 1º e 19 de novembro de 2018. Podem concorrem matérias veiculadas desde 14 de novembro de 2017.

Publicado em 26/09/2018