Censo Escolar 07 de Fevereiro de 2020

Educação profissional cresce em 2019 e alcança 1,9 milhão de matriculados; mulheres são maioria

O número de matrículas na educação profissional aumentou 0,6% em relação ao ano anterior, de acordo com os dados do Censo Escolar da Educação Básica 2019. Com o incremento de 11.519 alunos no total, o censo registrou 1.914.749 matrículas no país. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que realiza a pesquisa anualmente em parceria com as secretarias estaduais e municipais de educação, divulgou os resultados do Censo Escolar em 31 de janeiro.

Modalidades de ensino profissional – O crescimento na educação profissional foi sustentado pelas matrículas em duas modalidades: a formação subsequente (cursada após a conclusão do ensino médio), com 68 mil matrículas a mais (7,6%) no ano; e a integrada ao ensino médio, que teve acréscimo de 38,6 mil (6,6%) estudantes. Foram esses resultados que ajudaram a reduzir o impacto da queda de 102,1 mil matrículas (28,8%) na educação profissional concomitante ao ensino médio – formada por cursos profissionalizantes frequentados por alunos que ainda estão no ensino médio.

Perfil estudantes – A maior parte dos alunos que frequentam a educação profissional tem até 30 anos, 78,8% do total de matrículas. As mulheres predominam em praticamente todas as faixas etárias, com exceção do pequeno grupo que tem mais de 60 anos. Do número total de matrículas, 56,7% são do sexo feminino. A maior diferença verificada na pesquisa foi observada na faixa que vai entre 40 e 49 anos, com 62% de mulheres frequentando a educação profissional.

Número de matrículas na Educação Profissional segundo faixa etária e sexo - Brasil - 2019

Redes de educação – A rede privada concentra 41,2% das matrículas da educação profissional; em seguida, vem a rede estadual (38,3%) e a federal (18,7%). São as federais que possuem o maior número de vagas ocupadas com cursos profissionalizantes: 357.179 matrículas; destas, 13,6% estão na zona rural.

Número de matrículas na Educação Profissional segundo dependência administrativa e localização da escola - Brasil - 2019

Modalidades cor/raça – Os dados apurados pelo Censo Escolar 2019 indicam que há um certo equilíbrio no número de matrículas de acordo com o fator cor/raça. Do total de 1,3 de matrículas declaradas, brancos representam 46,9%, enquanto pretos/pardos são 52%. Porém, quando são desmembradas as modalidades da educação profissional, há uma significativa predominância (83,8%) de pretos/pardos na educação de jovens e adultos para nível médio e também nos cursos de formação inicial e continuada ou de qualificação (FIC), com 59,4% das matrículas.

Número de matrículas na Educação Profissional segundo cor/raça - Brasil - 2019

Resultados – Os dados do Censo Escolar 2019 estão publicados no portal do Inep em vários formatos. As notas estatísticas resumem os principais resultados, enquanto as sinopses estatísticas, por meio de tabelas, trazem dados desagregados por estado e município. Já o resumo técnico é um documento de referência geral e consulta rápida, que permite análises mais detalhadas.

Censo Escolar – O Censo Escolar da Educação Básica tem como data de referência a última quarta-feira do mês de maio no ano da pesquisa. Principal pesquisa estatística sobre a educação básica, o censo é coordenado pelo Inep e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação. Com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país, abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica: regular, especial, profissional e educação de jovens e adultos.

Saiba mais sobre o Censo Escolar